Início | Efemérides
Tamanho de letra normal Aumentar o tamanho de letra Diminuir o tamanho de letra
Pesquisa de Efemérides
Pesquisa geral
Dia
Mês
Ano
Ordenar por
 
[limpar dados]


Nº de registos : 1311 ( 981 até 1001 )
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10 | 11 | 12 | 13 | 14 | 15 | 16 | 17 | 18 | 19 | 20 | 21 | 22 | 23 | 24 | 25 | 26 | 27 | 28 | 29 | 30 | 31 | 32 | 33 | 34 | 35 | 36 | 37 | 38 | 39 | 40 | 41 | 42 | 43 | 44 | 45 | 46 | 47 | 48 | 49 | 50 | 51 | 52 | 53 | 54 | 55 | 56 | 57 | 58 | 59 | 60 | 61 | 62 | 63 | 64 | 65 | 66

7/12/1910

A Câmara de Castelo de Vide resolve adquirir um novo relógio para a torre dos Paços do Concelho.

[+ info]
8/1/1911

Deixa de colaborar em "O Castelovidense" (1ª Série) o Dr. João Luís de Carvalho Cordeiro, seu principal redactor.

[+ info]
16/1/1911

Nasce no lugar da Portela, Concelho de Vila Real, D. Agostinho Lopes de Moura. Professou a 8 de Setembro de 1930 e foi consagrado Bispo de Portalegre e Castelo Branco no ano de 1953.

[+ info]
16/2/1911

A Comissão Administrativa do município, da presidência de João António Gordo, solicita do Governo a criação em Castelo de Vide de duas Escolas Centrais, uma para cada sexo.


28/2/1911

Com 59 anos faleceu na sua casa da Rua dos Escudeiros, Eduardo d'Almeida Freixedas, farmacêutico e proprietário da Farmácia Freixedas, deixando viúva Vicência do Carmo Mimoso Freixedas e legando 500$000 réis à Câmara, para a Biblioteca.

[+ info]
5/3/1911

Morre em Castelo de Vide Francisco Pereira de Almeida, comerciante de ourivesaria, negócio que nesta data já era propriedade do seu sobrinho, Boaventura Pereira de Almeida.

[+ info]
20/3/1911

Castelo de Vide recebe a visita do então Ministro da Guerra, António Xavier Correia Barreto, que se fazia acompanhar pelo Governador Civil do Distrito, José de Andrade Sequeira, pelo Deputado pelo Circulo, Dr. Baltasar de Almeida Teixeira, e pelos seus ajudantes Alfredo Ernesto de Sá Cardoso, Capitão de Artilharia, Vitorino Máximo de Carvalho Guimarães, tenente da administração Militar entre outros. Visitou a vila e os seus estabelecimentos de caridade e ao assinar o livro dos visitantes do Asilo de Cegos de Nossa Senhora da Esperança escreveu: “Ministro da Guerra pela vontade do Povo”.


23/3/1911

A Câmara Municipal de Castelo de Vide resolve aceitar o legado de 500$000 reis destinado por Eduardo de Almeida Freixedas à biblioteca municipal, com o encargo de cuidar do seu jazigo e de ter ali uma lâmpada sempre acesa.

[+ info]
12/4/1911

João António Gordo, castelovidense que pelos seus méritos se distinguiu na sua terra, nesta data envia ao ministro das Finanças uma extensa e bem elaborada exposição acerca do seu problema profissional na Alfândega da Beirã.

[+ info]
26/4/1911

Começou neste dia a funcionar em Castelo de Vide o novo relógio, de quartos dobrados e horas repetidas, instalado na torre dos Paços do Concelho, em substituição do velho, já em muito mau estado, e provavelmente com mais de 150 anos.

[+ info]
28/5/1911

Realizou-se pelo Grupo Dramático "Grupo de Instrução e Recreio", uma récita no teatro em Castelo de Vide, a benefício do actor amador Júlio José Rabaça. O espectáculo foi abrilhantado pela "Orquestra Democrática", dirigida pelo Tenente Augusto António da Gama Lobo.

[+ info]
1/6/1911

São desta data uns novos estatutos do Asilo dos Cegos de Nossa Senhora da Esperança, de Castelo de Vide, elaborados por imposição legislativa do Governo Provisório da república, proclamada a 5 de Outubro do ano anterior.

[+ info]
19/6/1911

É confirmada solenemente em Castelo de Vide a proclamação da República, em cerimónia pública dirigida da varanda da escadaria da Câmara Municipal.

[+ info]
24/6/1911

O Asilo do Espírito Santo, em Castelo de Vide, que em breve passaria a denominar-se Asilo Almeidas Sarzedas, inaugura nesta data o edifício expressamente construído para o seu Albergue de Inválidos do Trabalho.

[+ info]
16/7/1911

É desta data o novo “compromisso” da Santa Casa da Misericórdia de Castelo de Vide. Era Provedor João António Gordo, secretário José Luís Boto, tesoureiro Manuel Marques da Fonte e vogais João Manuel Sempiterno e Joaquim Maria Pinto.

[+ info]
11/9/1911

É desta data o alvará do Governo Civil do Distrito de Portalegre que aprova novo "Compromisso" da Santa Casa da Misericórdia de Castelo de Vide. Era ao tempo Governador Civil do Distrito José de Andrade Sequeira, tenente-médico da Armada.

[+ info]
7/10/1911

No serão deste dia, e prolongando-se madrugada fora, teve lugar na Quinta do Pasmar, arredores de Castelo de Vide, uma magnífica festa com baile. Ana Manso Barata e seu marido, José Barata, receberam com requintes de delicadeza todos os convidados.

[+ info]
3/12/1911

São desta data os novos estatutos do Asilo do Espírito Santo, em Castelo de Vide, que então passa a denominar-se de "Almeida Sarzedas", nome do seu instituidor.

[+ info]
13/12/1911

O Diário do Governo publica nesta data a conversão das quatro escolas primárias da vila em duas centrais, uma para cada sexo, que ficaram instaladas nas "Casas Amarelas" ainda pertencentes à família Barros Castelo Branco. O despacho é do dia 9 desse mesmo mês.

[+ info]
16/12/1911

Reúne a Comissão Municipal de Castelo de Vide, em sessão extraordinária, para se congratular e se ocupar do grande melhoramento que representava para Castelo de Vide a conversão das quatro escolas oficiais de instrução primária em duas escolas centrais, uma para cada sexo.

[+ info]




Nº de registos : 1311 ( 981 até 1001 )
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10 | 11 | 12 | 13 | 14 | 15 | 16 | 17 | 18 | 19 | 20 | 21 | 22 | 23 | 24 | 25 | 26 | 27 | 28 | 29 | 30 | 31 | 32 | 33 | 34 | 35 | 36 | 37 | 38 | 39 | 40 | 41 | 42 | 43 | 44 | 45 | 46 | 47 | 48 | 49 | 50 | 51 | 52 | 53 | 54 | 55 | 56 | 57 | 58 | 59 | 60 | 61 | 62 | 63 | 64 | 65 | 66