Início | Efemérides
Tamanho de letra normal Aumentar o tamanho de letra Diminuir o tamanho de letra
Pesquisa de Efemérides
Pesquisa geral
Dia
Mês
Ano
Ordenar por
 
[limpar dados]


Nº de registos : 1311 ( 1061 até 1081 )
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10 | 11 | 12 | 13 | 14 | 15 | 16 | 17 | 18 | 19 | 20 | 21 | 22 | 23 | 24 | 25 | 26 | 27 | 28 | 29 | 30 | 31 | 32 | 33 | 34 | 35 | 36 | 37 | 38 | 39 | 40 | 41 | 42 | 43 | 44 | 45 | 46 | 47 | 48 | 49 | 50 | 51 | 52 | 53 | 54 | 55 | 56 | 57 | 58 | 59 | 60 | 61 | 62 | 63 | 64 | 65 | 66

25/6/1920

Nesta data é nomeada pela Câmara de Castelo de Vide a Comissão de Vigilância e Defesa do Castelo, composta por João António Gordo, Joaquim Alfredo da Costa Pinto, José Lins e António Vicente Raposo Repenicado.


25/9/1920

Nasce em Lisboa José Vicente Cordeiro Malato Beliz, filho de Francisco Maria Beliz e de Maria de Assunção Malato Beliz, de Castelo de Vide. Licenciado pelo Instituto Superior de Agronomia de Lisboa (1946), desenvolveu assinalável actividade cientifica.

[+ info]
15/12/1920

Foi preconizado bispo o ilustre Padre Dominicano Domingos Maria Frutuoso, que antes de professar na Ordem Dominicana se chamava Manuel Rosa Frutuoso e se ordenara a 15 de Junho de 1889, dedicando-se ao ensino nos colégios do Bom-Sucesso e de Benfica.

[+ info]
14/2/1921

Em reunião ordinária da Câmara Municipal de Castelo de Vide, presidida por José António do Nascimento, é aprovado neste dia o Código de Posturas, para entrar em vigor trinta dias depois. Contém este código 102 artigos e 18 capítulos, de que se transcrevem, como curiosidade, alguns preceitos:

[+ info]
18/7/1921

No Teatro Mousinho da Silveira, em Castelo de Vide, num animado espectáculo, representaram-se  com muito êxito neste dia as operetas "Canto Celestial" e "Os Criançolas", seguidas de um acto de variedades.

[+ info]
18/9/1921

Morre em Lisboa o castelovidense conselheiro Alfredo Carlos Le Cocq, antigo Director Geral da Agricultura. Lega à Misericórdia avultada importância e a sua casa, para a instituição de um albergue, por morte de sua viúva D. Bebiana Belford Le Cocq.

[+ info]
6/11/1921

Reaparece o periódico local “O Povo” que suspendera  a sua segunda série a 16 de Dezembro de 1918. Dirige-o nesta terceira fase Eduardo de Alegria Ramos Gazalho.


7/3/1922

Morre nesta vila, donde era natural, Alexandre Nunes de Carvalho e Sequeira, figura bem conhecida e que exerceu influência no seu meio.

[+ info]
26/3/1922

Faleceu Manuel d'Alegria Repenicado, chefe da Conservação das Obras Públicas. Foi casado com Maria Benedita Pelouro Repenicado e era pai de Júlia Repenicado Freitas, do Tenente João Baptista Repenicado, Ana Repenicado Gordo e de António José Repenicado.

[+ info]
23/4/1922

Em Lisboa, no Instituto Comercial, reúnem-se os delegados das câmaras interessadas, no sentido de se conseguir a conversão em lei do projecto,  autorizando a abertura de um crédito de 15.000 contos de reis para os caminhos de ferro do Alentejo.

[+ info]
4/6/1923

Castelo de Vide recebe a primeira visita pastoral de Sua Excelência Reverendíssima o Senhor D. Domingos Frutuoso, que viera substituir na Diocese de Portalegre o Senhor D. Manuel Mendes da Conceição Santos, nomeado Arcebispo de Évora.


18/11/1923

Suspende a sua publicação o periódico local "O Povo" que se fundara em 1913. Não foi contínua a sua publicação, havendo largos intervalos.


23/1/1924

Foi constituída uma sociedade anónima de responsabilidade limitada, denominada Empresa das Águas Alcalinas Medicinais de Castelo de Vide, com sede em Lisboa e com o capital social de 200.000$00, posteriormente com alterações ao pacto social e de aumento de capital. A escritura foi publicada no Diário do Governo de 1 de Fevereiro de 1924.

[+ info]
1/2/1924

Com a publicação dos seus estatutos no Diário do Governo, desta data, ficou legal e efectivamente constituída a Empresa das Águas Alcalinas Medicinais de Castelo de Vide, sociedade anónima de responsabilidade limitada, com sede em Lisboa, e com o capital social de 200.000$00, integralmente subscrito e realizado em dinheiro, capital este dividido em 2.000 acções do valor nominal de 100$00 cada uma.

[+ info]
4/6/1924

No cartório de José Joaquim da Silva Júnior, em Castelo de Vide, celebrou-se o contrato de arrendamento do edifício do Asilo Almeida Sarzedas à Empresa das Águas de Castelo de Vide, para o converter em hotel, que viria a denominar-se Hotel das Águas.

[+ info]
20/6/1924

Demitiu-se a Comissão Municipal do Partido Republicano Português, constituída por António Vicente Raposo Repenicado, Eduardo de Alegria Ramos Gasalho e Mateus da Cruz Maniés. Este partido político era um dos que se formaram após a implantação da República em 1910.

[+ info]
30/10/1924

Morre em Lisboa, onde fora por doença, Diogo da Gama Lobo Salema, de 50 anos, então Presidente da Comissão Executiva da Câmara Municipal de Castelo de Vide. Era casado com Cezaltina da Conceição Mimoso Rolo Salema.

[+ info]
31/5/1926

Viajando no rápido de Madrid, chegou a Castelo de Vide o General Sinel de Cordes, Ministro das Finanças, para uma cura de repouso, aconselhada pelos médicos. Era aguardado na Estação do Caminho de Ferro pelas entidades oficiais do concelho.

[+ info]
21/11/1926

Em acta desta data do Asilo Almeida Sarzedas, se regista que António Ventura Porfírio ofereceu 10 % do valor dos seus quadros, vendidos quando  da exposição que recentemente efectuara no salão do Teatro Mousinho da Silveira.

[+ info]
5/3/1927

Realiza-se no Hotel das Águas desta Vila, um banquete de confraternização regionalista e de homenagem à Comissão Administrativa do Município de Castelo de Vide, presidida por Alfredo Le Cocq, que acabara de deixar a administração camarária.






Nº de registos : 1311 ( 1061 até 1081 )
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10 | 11 | 12 | 13 | 14 | 15 | 16 | 17 | 18 | 19 | 20 | 21 | 22 | 23 | 24 | 25 | 26 | 27 | 28 | 29 | 30 | 31 | 32 | 33 | 34 | 35 | 36 | 37 | 38 | 39 | 40 | 41 | 42 | 43 | 44 | 45 | 46 | 47 | 48 | 49 | 50 | 51 | 52 | 53 | 54 | 55 | 56 | 57 | 58 | 59 | 60 | 61 | 62 | 63 | 64 | 65 | 66