Início | Efemérides
Tamanho de letra normal Aumentar o tamanho de letra Diminuir o tamanho de letra
Pesquisa de Efemérides
Pesquisa geral
Dia
Mês
Ano
Ordenar por
 
[limpar dados]


Nº de registos : 1311 ( 1021 até 1041 )
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10 | 11 | 12 | 13 | 14 | 15 | 16 | 17 | 18 | 19 | 20 | 21 | 22 | 23 | 24 | 25 | 26 | 27 | 28 | 29 | 30 | 31 | 32 | 33 | 34 | 35 | 36 | 37 | 38 | 39 | 40 | 41 | 42 | 43 | 44 | 45 | 46 | 47 | 48 | 49 | 50 | 51 | 52 | 53 | 54 | 55 | 56 | 57 | 58 | 59 | 60 | 61 | 62 | 63 | 64 | 65 | 66

11/12/1913

A Câmara Municipal resolve pedir ao Ministério da Guerra o Castelo da vila para cuidar da sua limpeza e conservação, e evitar mais vendas de terrenos no seu interior e em locais que o poderiam prejudicar. Só mais tarde foi satisfeito o pedido.


18/12/1913

A Câmara pede nesta data, dando cumprimento à sua resolução de 11 desse mesmo mês, ao Ministério da Guerra a cedência da antiga fortaleza de Castelo de Vide, formada pela Torre de Menagem, cidadela e quartéis, ainda em poder daquele Ministério, a fim de se evitarem maiores vandalismos do que aqueles que já se verificavam. Presidia à Comissão Administrativa do Município João António Gordo.

[+ info]
24/5/1914

A Junta de Paróquia de Santa Maria da Devesa da vila de Castelo de Vide põe em arrematação as obras a realizar numa das torres da igreja, nos telhados e também a caiação exterior do templo. A igreja estava danificada havia anos por motivo da queda de um raio na torre do lado sul.


4/6/1914

Castelo de Vide recebe a visita de quatro delegados da Sociedade de Propaganda de Portugal. Foram recebidos com a habitual hospitalidade e interesse. Dizia-se nas vésperas desta visita, que Castelo de Vide vivia então uma febre de progresso.

[+ info]
14/6/1914

É eleita a 1ª delegação da Sociedade de Propaganda de Portugal em Castelo de Vide.

[+ info]
13/7/1914

Por escritura desta data, lavrada na secretaria da câmara de Castelo de Vide, o Ministério da Guerra cede ao Município, a "título de conservação", algumas zonas do castelo da vila.

[+ info]
14/7/1914

Castelo de Vide recebe a visita do eminente sábio Dr. José Leite de Vasconcelos, Director do Museu Etnológico de Lisboa, que pela primeira vez vinha a esta vila.

[+ info]
19/7/1914

O Dr. António Matos Magalhães, proprietário das Termas da Fadagosa, no concelho de Marvão, promoveu um banquete em honra da imprensa do Distrito de Portalegre.

[+ info]
9/8/1914

Dia de grande animação em Castelo de Vide, com a chegada da excursão de castelovidenses, residentes em Lisboa, que resolveram vir à sua terra.

[+ info]
13/9/1914

Chega a Castelo de Vide a primeira bomba para a Corporação de Bombeiros Voluntários desta vila, adquirida pelo Gabinete de Propaganda Regional.


24/10/1914

A Câmara de Castelo de Vide representa ao Ministro da Instrução, (assim se dizia naquele tempo), pedindo um subsídio de 12.000$00 destinado à construção de um edifício para a Escola Central da Vila.

[+ info]
22/1/1915

A força da Guarda Nacional Republicana de Castelo de Vide é chamada telegraficamente da capital, por causa do conhecido "Movimento das Espadas", em Lisboa.

[+ info]
10/6/1915

Morre em Coimbra Carlos de Assunção Mimoso, estudante do 4º ano de Direito, com 23 anos apenas. A sua morte foi muito sentida, pois era tido como uma das mais esperançosas mocidades de Castelo de Vide.

[+ info]
8/9/1915

A Direcção dos Serviços Florestais, de Lisboa, comunica à Câmara de Castelo de Vide que lhe haviam sido concedidos 1500 quilos de penisco, semente precisa para toda a superfície de terreno municipal existente na serra.


17/10/1915

Entram em serviço pela primeira vez as duas bombas de incêndio da corporação de Bombeiros Voluntários de Castelo de Vide, para extinguir o fogo no depósito de lenhas do Asilo Almeida Sarzedas.


13/11/1915

Inicia-se a sementeira de penisco na Serra de São Paulo, nos terrenos camarários, dirigindo os trabalhos Manuel Curado, da Marinha Grande.

[+ info]
27/11/1915

O Gabinete de Propaganda Regional de Castelo de Vide resolve entregar à Câmara Municipal todo o material de incêndios adquirido por subscrição pública, e destinada à Corporação dos Bombeiros.

[+ info]
21/1/1916

Foi dado o nome de Mousinho da Silveira, filho ilustre de Castelo de Vide, ao Liceu da cidade de Portalegre, pelo Decreto nº 3188 do Ministério da Instrução.

[+ info]
19/2/1916

19 de Fevereiro de 1916 -(0) No Liceu de Portalegre e promovida pelo professorado, realiza-se nesta data uma interessante sessão solene de homenagem à grande figura de estadista que foi José Xavier Mousinho da Silveira.


1/3/1916

O quinzenário "A Juventude" – folha académica – editada em Portalegre, presta no seu número desta data homenagem a Mousinho da Silveira, preclaro filho de Castelo de Vide, incluindo uma fotografia do estadista.

[+ info]




Nº de registos : 1311 ( 1021 até 1041 )
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10 | 11 | 12 | 13 | 14 | 15 | 16 | 17 | 18 | 19 | 20 | 21 | 22 | 23 | 24 | 25 | 26 | 27 | 28 | 29 | 30 | 31 | 32 | 33 | 34 | 35 | 36 | 37 | 38 | 39 | 40 | 41 | 42 | 43 | 44 | 45 | 46 | 47 | 48 | 49 | 50 | 51 | 52 | 53 | 54 | 55 | 56 | 57 | 58 | 59 | 60 | 61 | 62 | 63 | 64 | 65 | 66