Início | Efemérides
Tamanho de letra normal Aumentar o tamanho de letra Diminuir o tamanho de letra
Pesquisa de Efemérides
Pesquisa geral
Dia
Mês
Ano
Ordenar por
 
[limpar dados]


Nº de registos : 1311 ( 701 até 721 )
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10 | 11 | 12 | 13 | 14 | 15 | 16 | 17 | 18 | 19 | 20 | 21 | 22 | 23 | 24 | 25 | 26 | 27 | 28 | 29 | 30 | 31 | 32 | 33 | 34 | 35 | 36 | 37 | 38 | 39 | 40 | 41 | 42 | 43 | 44 | 45 | 46 | 47 | 48 | 49 | 50 | 51 | 52 | 53 | 54 | 55 | 56 | 57 | 58 | 59 | 60 | 61 | 62 | 63 | 64 | 65 | 66

10/7/1859

Realiza-se neste dia a eleição da Mesa da Confraria do Santíssimo Sacramento da Matriz da vila de Castelo de Vide, que fica composta pelos seguintes membros: reitor, Manuel Maria dos Santos Cordeiro; escrivão e tesoureiro, Padre José Baptista Duarte; irmãos, João Baptista Vidal, João Pedro Gordo, Francisco António Camelo, Pedro Manuel Durão, Joaquim Pinto de Sequeira e Costa, António José Durão, Francisco de Assis Rebelo, etc.

[+ info]
11/1/1860

Helena Isabel de Barros Castelo Branco Juzarte de Sequeira Sameiro, mulher do Dr. João Diogo Juzarte Sequeira Sameiro, faz testamento: “…a mêu Marido, .. peço dê aos mêus bens de raiz de que não dispus a mesma aplicação que aos seus quer dár, … estabelecer o fundo … do Asilo para pobres cegos …”

[+ info]
15/7/1860

É eleita a mesa que há-de reger e administrar a Confraria do Santíssimo Sacramento da Matriz da Vila, sendo assim a sua constituição: reitor, Manuel Maria dos Santos Cordeiro; escrivão e tesoureiro, Padre José Baptista Duarte; irmãos, João António Serrano, José Maria Mimoso, Domingos de Alegria Bucho, José António Durão, José António Ferreira Júnior, José António Mousinho Leot, etc.


6/10/1861

Castelo de Vide recebe a notícia de que o rei D.Pedro V sempre visitaria a vila no dia seguinte. O entusiasmo foi extraordinário e os preparativos duraram toda a noite! Haviam querido dissuadir o Rei dessa visita…

[+ info]
7/10/1861

Castelo de Vide recebe a honrosa e sempre lembrada visita de D. Pedro V. A notícia só chegara na véspera. O entusiasmo foi extraordinário e os preparativos duraram toda a noite. Parece que haviam querido demover o Rei da visita, amesquinhando a terra.

[+ info]
28/10/1861

Nasce em Portalegre na Rua d’Elvas o Dr. João Luís de Carvalho Cordeiro. Filho de João Luís dos Santos Cordeiro e Teadora do Carmo e Carvalho Sequeira.

[+ info]
11/11/1861

Morre em Lisboa, no Paço das Necessidades, o Rei D. Pedro V, poucos dias depois do regresso da sua viagem ao Alentejo, durante a qual visitou Castelo de Vide, a 7 de Outubro.

[+ info]
29/11/1861

É desta data a circular que convida o povo de Castelo de Vide para uma reunião, no próximo dia 1 de Dezembro, nos Paços do Concelho, afim de se tratar do melhor meio de comemorar a honrosa visita a esta vila do rei D. Pedro V, falecido prematuramente a 11 desse mesmo mês.

[+ info]
1/12/1861

Houve grande reunião nos Paços do Concelho, em Castelo de Vide, em que o Dr. João António dos Santos e Silva expôs o motivo da reunião: prestar homenagem à memória do Rei D. Pedro V, que tão recentemente visitara esta vila, a formosa Sintra do Alentejo, como então lhe chamou.

[+ info]
20/7/1862

Morre Helena Isabel de Barros Castelo Branco, mulher do Dr. João Diogo Juzarte de Sequeira Sameiro, instituidor do primeiro, ou um dos primeiros, asilos para cegos do País, o de Castelo de Vide.

[+ info]
24/1/1863

Foi contratada a construção da estátua do Senhor D. Pedro V, a erigir em Castelo de Vide, pela quantia de 1:000$00 réis.

[+ info]
27/1/1863

É nomeado o distinto castelovidense Frei José Godinho Juzarte de Sequeira Sameiro, irmão do instituidor do asilo para cegos de Castelo de Vide e seu administrador, professor do Seminário de Portalegre onde já se encontrava por chamamento de Prelado da Diocese.

[+ info]
1/6/1863

Nasce em Idanha-a-Nova Joaquim Vicente Pedrosa Barreto, filho de Adelino Pedrosa Barreto, farmacêutico e de Isabel Emília Pedrosa Barreto. Licenciou-se em medicina, radicando-se em Castelo de Vide, onde exerceu a profissão e onde faleceu em 1903.

[+ info]
20/7/1863

Inaugura-se, e ainda em vida do seu instituidor, João Diogo Juzarte de Sequeira Sameiro, o Asilo para Cegos. Ficou provisoriamente no edifício da Misericórdia na Rua de Santo Amáro, donde mais tarde vai para o antigo Convento de São Francisco.

[+ info]
4/1/1864

Realiza se grande festa a Nossa Senhora da Esperança em acção de Graças pela sentença dos tribunais a favor do Asilo de Cegos, no pleito que tão prestimosa Instituição de caridade trazia com herdeiros do benemérito instituidor, Dr. João Juzarte de Sequeira Sameiro.


12/11/1864

De Castelo de Vide, onde residia, António Lúcio Maggessi Tavares dirige-se ao Infante D. Sebastião, filho do pretendente D. Carlos de Espanha, que estivera em Portugal durante o governo de D. Miguel, pedindo o pagamento do empréstimo que o General António Tavares Maggessi, seu pai, fizera quando da estada de Suas Altezas em Castelo Branco, no ano de 1830.

[+ info]
12/5/1865

A Confraria de Nossa Senhora do Rosário, erecta na Igreja Matriz da vila, requer ao Vigário Geral do Bispado poder aumentar as esmolas das missas das capelas instituídas por Maria Vaz Rebelo e Isabel Mendes Caldeira.

[+ info]
7/6/1865

O benemérito João Diogo Juzarte Sequeira Sameiro, natural de Castelo de Vide, lega, por testamento desta data,  quase todos os seus bens ao asilo para cegos, o Asilo de Nossa Senhora da Esperança, (mais tarde Fundação Nossa Senhora da Esperança), de que foi o instituidor.

[+ info]
28/7/1865

Por carta régia desta data assinada por El-Rei D. Luís I e pelo Ministro do Reino, Júlio Gomes da Silva Sanches, é autorizada a Confraria do Santíssimo Sacramento da Paroquial Igreja de São Tiago da vila de Castelo de Vide, a vender uma cruz paroquial de prata, com o peso de treze marcos e quatro oitavos (2,9 quilogramas), e a aplicar o dinheiro na reedificação da arruinada torre sineira da dita igreja.


7/8/1865

Morre em Castelo de Vide o grande benemérito João Diogo Juzarte de Sequeira Sameiro, natural de Castelo de Vide, instituidor do Asilo de Cegos (1863) e a que, por testamento, desse mesmo ano do seu falecimento, legara todos os seus bens.

[+ info]




Nº de registos : 1311 ( 701 até 721 )
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10 | 11 | 12 | 13 | 14 | 15 | 16 | 17 | 18 | 19 | 20 | 21 | 22 | 23 | 24 | 25 | 26 | 27 | 28 | 29 | 30 | 31 | 32 | 33 | 34 | 35 | 36 | 37 | 38 | 39 | 40 | 41 | 42 | 43 | 44 | 45 | 46 | 47 | 48 | 49 | 50 | 51 | 52 | 53 | 54 | 55 | 56 | 57 | 58 | 59 | 60 | 61 | 62 | 63 | 64 | 65 | 66