Início | Efemérides
Tamanho de letra normal Aumentar o tamanho de letra Diminuir o tamanho de letra
Pesquisa de Efemérides
Pesquisa geral
Dia
Mês
Ano
Ordenar por
 
[limpar dados]


Nº de registos : 1311 ( 461 até 481 )
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10 | 11 | 12 | 13 | 14 | 15 | 16 | 17 | 18 | 19 | 20 | 21 | 22 | 23 | 24 | 25 | 26 | 27 | 28 | 29 | 30 | 31 | 32 | 33 | 34 | 35 | 36 | 37 | 38 | 39 | 40 | 41 | 42 | 43 | 44 | 45 | 46 | 47 | 48 | 49 | 50 | 51 | 52 | 53 | 54 | 55 | 56 | 57 | 58 | 59 | 60 | 61 | 62 | 63 | 64 | 65 | 66

30/7/1808

O Governador da Praça de Castelo de Vide, D. Vicente Perez, que viera para aqui com as suas tropas no dia 6 em que se aclamara o Príncipe Regente D. João, libertando a vila do jugo francês, recebe notícia do Governador de Portalegre de que as tropas francesas se aproximavam de Estremoz.

[+ info]
31/7/1808

D. Vicente Perez, governador da praça e da guarnição espanhola, por aviso recebido na véspera de Portalegre, de que o inimigo se aproximava, sai pelas 7 horas à frente das suas tropas, de duas companhias de milicianos da vila e da artilharia.

[+ info]
1/8/1808

Regressam de Portalegre as milícias de Castelo de Vide, que para aquela cidade tinham ido afim de se oporem à entrada do exército de Napoleão.


3/8/1808

O general Francês Loison, uma das figuras mais tristemente célebres dos exércitos invasores, em carta escrita da praça de Elvas, incita os castelovidenses a aderir aos franceses.


18/8/1808

Nasce em Castelo de Vide D. Ana José Tavares Afonso Videira Maggessi, filha do desembargador João Pedro Afonso Videira e de Brites Mariana Tavares Maggessi, ambos desta vila. Casou com Francisco Maria Carrilho Saraiva do Amaral, de Amieira (Nisa).

[+ info]
24/8/1808

A Junta Patriótica de Campo Maior nomeia o Major António Tavares Maggessi tenente-coronel agregado. A nomeação é confirmada a 11 de Novembro e logo o encarregam de organizar o Batalhão de Caçadores nº 1.

[+ info]
30/9/1808

Os oficiais superiores, soldados e tambores dos antigos regimentos dissolvidos pelos franceses recebem ordem de se reunirem nas suas anteriores sedes. Assim se reorganiza o Regimento de Infantaria nº 8, de Castelo de Vide.

[+ info]
14/10/1808

São criados seis batalhões de caçadores assim distribuídos: Nº 1, Castelo de Vide; Nº 2, Moura; Nº 3, Trás-os-Montes; Nº 4, Beira; Nº 5, Campo Maior; Nº 6, Porto.

[+ info]
2/1/1809

O Príncipe Regente D. João, ainda no Rio de Janeiro, confirma nesta data a nomeação da nova Regência do Reino, depois da saída de Junot, pela Convenção de Sintra.

[+ info]
5/1/1809

É promovido a tenente ajudante do Regimento de Infantaria de Castelo de Vide, o alferes Tomaz Marcelino Maggessi, irmão do conhecido António Tavares Maggessi, que pela sua carreira militar tanto se distinguiu.

[+ info]
6/1/1809

Eleita a Mesa da Confraria do Santíssimo Sacramento, da Matriz da vila, assim constituída: reitor, Ricardo José Teixeira; escrivão, Capitão Francisco de Paula de Sequeira; e tesoureiro, Manuel António Correia.

[+ info]
18/1/1809

É nomeado para o lugar de Juiz de Fora de Marvão o ilustre castelovidense José Xavier Mousinho da Silveira. Era o seu primeiro posto público. Tomou posse a 1 de Março desse ano.

[+ info]
1/3/1809

Toma posse do lugar de Juiz de Fora de Marvão o ilustre José Xavier Mousinho da Silveira, mais tarde estadista insigne e autor da reforma introduzida em Portugal pelo Liberalismo.


30/6/1809

Mousinho da Silveira, ao tempo juiz de fora em Marvão, promove e preside a uma memorável reunião de clero, nobreza e povo, da dita vila, em que a sua palavra levanta os ânimos e leva todos a cuidarem da defesa da praça ameaçada pelos franceses.

[+ info]
12/8/1809

O Príncipe Regente D. João inquire da pretensão de Joaquim António da Cruz à propriedade do ofício de escrivão da Câmara de Marvão, a quem Marvão e Castelo de Vide deveram o movimento libertador de 25 de Junho e 6 de Julho de 1808, contra os franceses.

[+ info]
26/9/1810

Saem de Valência de Alcântara para Castelo de Vide uma importante divisão de cavalaria inglesa comandada pelo general Anglorea, a 3ª divisão inglesa do comando de Sir Robert Crawford e algumas tropas espanholas.

[+ info]
30/9/1810

Wellington escreve ao Ministro da Guerra sobre a Batalha do Buçaco: “...Peço licença para assegurar a V. Ex.ª que nunca presenciei um mais bravo e denodado ataque do que aquele feito pelos regimentos nº 88 e 45, e pelo regimento português nº 8”.

[+ info]
28/10/1810

A Câmara Municipal de Castelo de Vide avalia e aprecia, na sua sessão desta data, os grandes prejuízos causados pela guerra proveniente das Invasões Francesas.

[+ info]
6/5/1811

O Regimento nº 8 de Infantaria, de Castelo de Vide, toma parte na Batalha de Fuentes de Oñoro em que Wellington, comandando o exército anglo-luso, bate Massena que vinha perseguindo desde as formidáveis "Linhas de Torres" da defesa de Lisboa.

[+ info]
8/6/1811

O exército anglo-Luso, do comando de Wellington, vencedor a 6 do mês anterior em Fuentes de Oñoro, vem juntar-se a Beresford que cercava Badajoz e batera antes os Franceses em Albuera. Está presente o 8 de Infantaria da vila de Castelo de Vide. Preparam uma forte investida contra o Forte de S.Cristovam, mas são violentamente repelidos.

[+ info]




Nº de registos : 1311 ( 461 até 481 )
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10 | 11 | 12 | 13 | 14 | 15 | 16 | 17 | 18 | 19 | 20 | 21 | 22 | 23 | 24 | 25 | 26 | 27 | 28 | 29 | 30 | 31 | 32 | 33 | 34 | 35 | 36 | 37 | 38 | 39 | 40 | 41 | 42 | 43 | 44 | 45 | 46 | 47 | 48 | 49 | 50 | 51 | 52 | 53 | 54 | 55 | 56 | 57 | 58 | 59 | 60 | 61 | 62 | 63 | 64 | 65 | 66