Apresentação


Ao editarmos este portal, "Fonte da Vila, Castelo de Vide - História e Património" aceitámos a responsabilidade de fixar, no passado e no presente, não só a força magnetizante da paisagem urbana e rural do Concelho, como o seu património material e imaterial, consubstanciando-se o primeiro nas suas edificações (civis, religiosas e militares) e instituições, o segundo nas obras e actividades das suas gentes, entre outras no Teatro, na Música, na Pintura, na Literatura, na Poesia, na Ciência, incluindo as tradições, os seus vestígios e reflexos actuais.

[+ info]


Apresentação


EFEMÉRIDES
16/8/1520

O rei D. Manuel I, estando ao tempo em Évora, manda que sejam demarcadas as terras que confrontam com as do concelho de Castelo de Vide, e fique sem efeito a arrematação que se fizera da lande dos matos desta vila a Gonçalo Carrilho por 13$000 réis, determinando mais que a referida lande ande em pregão e se arremate a quem mais der.


16/8/1684

Alvará que concede licença aos moradores de Castelo de Vide de construírem, do seu bolso, os quartéis para as tropas, que desde 1640 eram penosamente aboletadas pela população, preferindo antes o sacrifício de edificar uns quartéis à sua custa.


[+ info]
16/8/1702

O Dr. Manuel Carrilho de Matos requer à Câmara Municipal de Castelo de Vide terreno para um recolhimento. Foi-lhe concedido junto à Igreja do Espírito Santo (demolida em 1893), mas não o chegou a fundar. Já não o terá conseguido, pois faleceu em 1706.


[+ info]
16/8/1815

Nasce em Portalegre Maria José da  Rosa e Almeida, que casou com José de Almeida Sarzedas, de Castelo de Vide. Foram os instituidores do Asilo do Espírito Santo, para a infância desvalida, e que após a implantação da República passou a denominar-se Asilo Almeida Sarzedas.


[+ info]