Apresentação


Ao editarmos este portal, "Fonte da Vila, Castelo de Vide - História e Património" aceitámos a responsabilidade de fixar, no passado e no presente, não só a força magnetizante da paisagem urbana e rural do Concelho, como o seu património material e imaterial, consubstanciando-se o primeiro nas suas edificações (civis, religiosas e militares) e instituições, o segundo nas obras e actividades das suas gentes, entre outras no Teatro, na Música, na Pintura, na Literatura, na Poesia, na Ciência, incluindo as tradições, os seus vestígios e reflexos actuais.

[+ info]


Apresentação


EFEMÉRIDES
17/1/1539

O Rei D. João III, por alvará desta data, manda a Gabriel de Almeida que, pelo dinheiro que do ano anterior havia de receber das rendas da cidade de Lisboa, desse a Duarte de Melo, filho de João de Melo, a quantia de 200.000 reis, que este teria de haver por virtude de um alvará, enquanto não fosse provido de uma comenda que rendesse tanto como a Igreja de Santa Maria, de Castelo de Vide, da qual se fizera mercê a Diogo da Silveira e cujo rendimento era de 200.000 reais.


17/1/1551

O rei D. João III lavra sentença nesta data, confirmando várias restrições anteriores de D. João II e de D. Manuel I, feitas a liberdades camarárias e aos poderes dos juízes municipais, que vieram a ser substituídos pelos juízes de fora até 1834.


[+ info]
17/1/1587

Ocupa-se a Câmara de Castelo de Vide do caso do Convento de São Francisco, em edificação desde 1585, por iniciativa dos beneméritos Gaspar de Matos e sua mulher, Beatriz de Matos, que legaram os seus bens para esta obra.


[+ info]
17/1/1800

Natural de Castelo de Vide, de que tomou o nome de religioso franciscano, Frei Rafael de Castelo de Vide morre nesta data em São Tomé, onde durante vários anos foi bispo e governador, múnus em que a sua empenhada acção foi relevante.


[+ info]
17/1/1816

Nasce Helena Isabel de Barros Castelo Branco, filha do segundo matrimónio de Ignácio Cardoso de Barros e do primeiro de D. Maria de Guadalupe.


[+ info]
17/1/1906

Chega a Castelo de Vide uma força de Caçadores de Abrantes, composta de 20 praças, por motivo das constantes desordens entre os artistas e os do campo.


[+ info]
17/1/1917

Faleceu nesta vila de Castelo de Vide, terra da sua naturalidade, o Dr. César Augusto de Faria Videira, bacharel formado em Direito que teve acção notável na vida local.


[+ info]