Início | Personalidades
Tamanho de letra normal Aumentar o tamanho de letra Diminuir o tamanho de letra
Pesquisa de Personalidades
Pesquisa geral
Personalidade
 

José Frederico Gonsalves Laranjo (1897-1974)

José Frederico Gonsalves Laranjo nasceu em Coimbra, na Freguesia da Sé Nova, a 26 de Outubro de 1897. Era filho do juiz de direito, Dr. António Xavier Abelho Laranjo e de Berta Gonsalves Laranjo.

Inteiramente dedicado ao estudo, alcança com alta distinção vários graus universitários. Licenciou-se em Filosofia e Filologia Germânica pela Universidade de Coimbra, onde mais tarde se doutorou, alcançando a classificação com nota de distinto.

Possuía a licenciatura em Ciências Filosóficas pela Faculdade de Letras de Lisboa e em Filologia Germânica pela mesma Faculdade, bem como o Curso Superior de Árabe, regido pelo Prof. David Lopes.

Doutorou-se em Letras, como ficou dito, pela Universidade de Coimbra, em dedicação a seu avô, Dr. José Frederico Laranjo, lente daquela Universidade, cujo saber ilustrou a cátedra que ali regeu. O Prof. Dr. Gonsalves Laranjo notabilizou-se pela sua acção como professor e pela orientação e propósito de desenvolver o ensino da Filologia germânica em Portugal.

Foi assistente, professor auxiliar, professor extraordinário e efectivo e professor catedrático contratado da Secção de Filologia Germânica da Faculdade de Letras de Lisboa.

Com o seu incansável labor, aprofundou o estudo das cadeiras, que regia, já existentes e introduziu cinco cadeiras novas em Portugal, que funcionaram sob a forma de um curso gratuito durante sete anos.

Tomou parte nos trabalhos do Centro dos Estudos Filológicos e foi convidado pelo Ministro da Instrução, Dr. Cordeiro Ramos a ir reger a cadeira de Estudos Portugueses na Universidade de Joanesburgo, convite que declinou.

Publicou "A Técnica e o Valor da Reconstrução em Filologia Germânica Comparativa", "Os Cursos Livres na Secção de Filologia Germânica na Faculdade de Letras de Lisboa" e o livro de versos "Sonetos Imperfeitos".

Como bolseiro do Estado, esteve na Alemanha durante um ano e colaborou em revistas e jornais, como na Revista da Faculdade de Letras de Lisboa, Distrito de Portalegre, A Rabeca, O Castelovidense, Folha do Leste e Terra Alta.

Casou com Maria Cristina Franco Domingues Laranjo, de quem houve um filho, António Xavier Abelho Domingues Laranjo.

O distinto professor era irmão de Ana Maria Laranjo Leal Gonsalves, que foi casada com o Brigadeiro Arménio Leal Gonsalves. 

Já jubilado, faleceu em Lisboa, na Freguesia de Santos-O-Velho, no dia 21 de Janeiro de 1974, com 74 anos, ficando sepultado em jazigo de família, em Castelo de Vide.

Diogo Salema Cordeiro

nix uotan foliehalsbrand.site nix expression language
lidocain lutschtabletten lidocain wirkung droge lidocain lutschtabletten

Bibliografia :
- LARANJO, [José] Frederico [Gonsalves] - Sonetos Imperfeitos. Lisboa, 1960.


« voltar à página anterior
Imagem